Quartier Latin - Maio de 68 - 1ª parte


Disponível nos planos:

Empresa(s) produtora(s): Films Paris New York

Um documentário sobre maio de 1968. Por um pedido de estudantes da Sorbonne, William Klein filmou eventos no Quartier Latin, em Paris. Esse material deveria ter sido usado como parte de um filme sobre Maio de 68, mas que, por inúmeras divergências, não foi finalizado na época. O filme é levado à população, estudantes, militantes, ativistas, pessoas que no dia a dia não têm quase contato umas com as outras e podem, de repente, se expressar. Foram ouvidos trabalhadores, donas de casa, garçons, donos de loja, imigrantes, crianças, pensionistas, yuppies insatisfeitos, chefes arrependidos, jovens homens e mulheres raivosos e de todos os tipos e tendências políticas, cujas discussões inflamadas espalharam-se por toda a cidade. Boas intenções, rumores, revelações, sonhos selvagens e discursos, análises incisivas e rebuscadas, reviravoltas dramáticas, intrigas, confissões, crises de consciência, psicodramas. Falas e mais falas delirantes.

Envie o seu comentário

Faça login ou se cadastre para comentar a obra.

Carregar mais comentários

Envie o seu comentário

Após aprovação, seu comentário será publicado e enviado para o diretor do filme. | Normas para publicação

Etapa/Nível de Ensino: Ensino Médio

Área de Ensino: Ciências Humanas

Componente Curricular/Disciplina: História


Relatos de Professores (0)
Utilizou este filme em suas aulas? Relate sua experiência!
53 min
1978
França
LIVRE

Diretor: William Klein

Sinopse: Um documentário sobre maio de 1968. Por um pedido de estudantes da Sorbonne, William Klein filmou eventos no Quartier Latin, em Paris. Esse material deveria ter sido usado como parte de um filme sobre Maio de 68, mas que, por inúmeras divergências, não foi finalizado na época. O filme é levado à população, estudantes, militantes, ativistas, pessoas que no dia a dia não têm quase contato umas com as outras e podem, de repente, se expressar. Foram ouvidos trabalhadores, donas de casa, garçons, donos de loja, imigrantes, crianças, pensionistas, yuppies insatisfeitos, chefes arrependidos, jovens homens e mulheres raivosos e de todos os tipos e tendências políticas, cujas discussões inflamadas espalharam-se por toda a cidade. Boas intenções, rumores, revelações, sonhos selvagens e discursos, análises incisivas e rebuscadas, reviravoltas dramáticas, intrigas, confissões, crises de consciência, psicodramas. Falas e mais falas delirantes.

Alugue