Cadeira 3: Um anarquista inofensivo
COMO ASSISTIR NA TV?

COMO ASSISTIR NA TV?
Deixe seu voto Vote aqui



Há o humor ranzinza de Carlos Heitor Cony, que se diz “um anarquista inofensivo”. Há a popularidade de Artur de Oliveira, que conquistou Machado de Assis, mas deixou poucos escritos “por preguiça”. Há o parnasiano Filinto de Almeida, mais conhecido por ser marido da escritora Júlia Lopes de Almeida do que pelas poesias que escreveu. Sem dúvida, uma cadeira com lugar de sobra para a ironia.

Produção: Thaís Sleiman

Roteiro: Juliana Colares

Empresa(s) produtora(s): Giros Produção

Direção de Produção: Cláudia Lima

Assistente de Câmera: Amaury Arboun (Paris), Helio Leite

Pesquisa de Imagens: Remier Lion

Produção Executiva: Maria Carneiro Da Cunha

Assistente de Produção: Ricardo Aquino

Assistente de edição: Felipe Gomes

Finalização: Ade Muri, Ilhabraw, Lucas Barrionovo

Pesquisa: Angélica Fontella, Bia Kling

Direção de Fotografia: Mario Franca

Consultoria: Luiz Dolino

Montagem: Antonia Gama

Assistente de som: Amaury Arboun (Paris), Helio Leite

Coordenação de Produção: Lia Rezende

Pesquisa de Trilha Sonora: Rodrigo Lima

Conteúdo: Lúcia Tupiassú

Envie o seu comentário
Faça login ou se cadastre para comentar a obra.
Carregar mais comentários
Envie o seu comentário
Após aprovação, seu comentário será publicado e enviado para o diretor do filme. | Normas para publicação

Aplicabilidades Pedagógicas



Etapa/Nível de Ensino: Ensino Fundamental - Anos Finais, Ensino Médio

Área de Ensino: Linguagens

Componente Curricular/Disciplina: Língua Portuguesa


Relatos de Professores



Utilizou este filme em suas aulas?
Relate sua experiência!

Relatos de Professores (0)

Testes de Conhecimentos


Você é Educador?
Crie o primeiro teste de conhecimentos para este filme!
Criar Teste

26 min
2017
Brasil
RJ
10 ANOS

Séries: Imortais da Academia | 42 Episódios de 26 Minutos

Diretor: Belisario Franca

Elenco: Arnaldo BlochCamillo CavalcantiCarlos Heitor ConyMichele FaniniRoberto Ací­zelo de SouzaRosiska Darcy de Oliveira

Sinopse: Há o humor ranzinza de Carlos Heitor Cony, que se diz “um anarquista inofensivo”. Há a popularidade de Artur de Oliveira, que conquistou Machado de Assis, mas deixou poucos escritos “por preguiça”. Há o parnasiano Filinto de Almeida, mais conhecido por ser marido da escritora Júlia Lopes de Almeida do que pelas poesias que escreveu. Sem dúvida, uma cadeira com lugar de sobra para a ironia.

Alugue