De menor


Disponível no:

Produção: André Bomfim, Bernardo Barcellos, Carmem Maia, Gustavo Rosa de Moura

Fotografia: Diego Lajst

Roteiro: Paula Sacchetta, Tainá Muhringer

Edição: Fernanda Cristiane, Larissa Figueiredo, Mari Moraga

Som Direto: Diana Ragnole

Trilha Sonora Original: Pedro Santiago

Empresa(s) produtora(s): Mira Filmes

Câmera: Diego Lajst

Assistente de Direção: Monique Costa

Produção Executiva: Bia Almeida

Pesquisa: Julia Dias

Mixagem: Felipe Sabino

Entrevistados: Jefferson Willian dos Santos, Julita Lemgruber, Kamila Verônica dos Santos, Pedro Abramovay, Vagner Souza

Produção de Finalização: Bruno Horowicz

Assist de Produção Executiva: Bia Gomes, Eugenia Kimura

Produção de Base e Set: Silvana Medeiros

Privar de liberdade jovens e adolescentes sempre foi um assunto polêmico. As chamadas medidas "socioeducativas" podem ser diversas, como o trabalho comunitário, por exemplo, mas neste episódio vamos mostrar a história de jovens presos ou egressos da Fundação Casa. Na teoria, não podemos chamá-los de presos, já que estão em pena restritiva de liberdade de medida socioeducativa, mas, na prática, estão presos e os locais que os abrigam ou abrigaram são quase tão ruins e superlotados quanto as prisões de adultos. O cenário é o mesmo: superlotação e alto índice de reincidência.
Envie o seu comentário
Faça login ou se cadastre para comentar a obra.
Carregar mais comentários
Envie o seu comentário
Após aprovação, seu comentário será publicado e enviado para o diretor do filme. | Normas para publicação

Etapa/Nível de Ensino: Ensino Médio

Área de Ensino: Ciências Humanas

Componente Curricular/Disciplina: Sociologia


Relatos de Professores (0)
Utilizou este filme em suas aulas? Relate sua experiência!
26 min
2019
Brasil
RJ
14 ANOS

Séries: Eu, preso | 8 Episódios de 26 Minutos

Diretor: Paula Sacchetta

Sinopse: Privar de liberdade jovens e adolescentes sempre foi um assunto polêmico. As chamadas medidas "socioeducativas" podem ser diversas, como o trabalho comunitário, por exemplo, mas neste episódio vamos mostrar a história de jovens presos ou egressos da Fundação Casa. Na teoria, não podemos chamá-los de presos, já que estão em pena restritiva de liberdade de medida socioeducativa, mas, na prática, estão presos e os locais que os abrigam ou abrigaram são quase tão ruins e superlotados quanto as prisões de adultos. O cenário é o mesmo: superlotação e alto índice de reincidência.

Alugue