Djanira


Disponível nos planos:

Edição: Julia Favoretto, Tatiana Gouveia

Som Direto: Thiago Lima

Direção de Arte: Teca Fichinsky

Empresa(s) produtora(s): Giros Produção

Direção de produção: Flora Fernandes, Olivia Buarque

Assistente de Câmera: Hélio Leite

Pesquisa de Imagens: Remier Lion

Produção Executiva: Cláudia Lima

Assistente de edição: Tomás Muricy

Finalização: Leo Firpo

Videografismo: Ana Franco

Pesquisa: Juliana de Oliveira, Lúcia Tupiassú, Pedro Nobrega

Direção de Fotografia: Thiago Lima

Consultoria: Evandro Salles

Eletricista: Rodrigo Graf

Entrevistados: Frederico Morais, Isabella Rjeille, Mônica Xexéo

Produção de Finalização: Paula Antonini

Fotografia adicional: Mauricio Sarmento

Conteúdo: Lúcia Tupiassú

Argumento: Juliana de Oliveira, Lúcia Tupiassú, Pedro Nobrega

Um dos principais nomes da segunda fase do Modernismo brasileiro, Djanira foi pintora, desenhista, ilustradora, cartazista, cenógrafa e gravurista. Dedicou boa parte de seu trabalho ao registro de costumes, personagens e paisagens do Brasil, convertendo-se em uma das maiores cronistas visuais do país. Neste episódio de Matizes do Brasil, seu legado é relembrado e comentado por críticos e curadores como Frederico Morais, Isabella Rjeille e Mônica Xexéo. Eles descrevem, enquanto analisam algumas das obras da artista, porque o trabalho de Djanira oferece uma combinação equilibrada entre a tendência à racionalização geométrica da arte moderna e a intenção de absorver a liberdade da arte popular.

Envie o seu comentário

Faça login ou se cadastre para comentar a obra.

Carregar mais comentários

Envie o seu comentário

Após aprovação, seu comentário será publicado e enviado para o diretor do filme. | Normas para publicação

Etapa/Nível de Ensino: Formação de Educadores

Área de Ensino: Linguagens

Componente Curricular/Disciplina: Arte


Relatos de Professores (0)
Utilizou este filme em suas aulas? Relate sua experiência!
26 min
2020
Brasil
RJ
LIVRE

Séries: Matizes do Brasil | 14 Episódios de 26 Minutos

Diretor: Bianca Lenti

Sinopse: Um dos principais nomes da segunda fase do Modernismo brasileiro, Djanira foi pintora, desenhista, ilustradora, cartazista, cenógrafa e gravurista. Dedicou boa parte de seu trabalho ao registro de costumes, personagens e paisagens do Brasil, convertendo-se em uma das maiores cronistas visuais do país. Neste episódio de Matizes do Brasil, seu legado é relembrado e comentado por críticos e curadores como Frederico Morais, Isabella Rjeille e Mônica Xexéo. Eles descrevem, enquanto analisam algumas das obras da artista, porque o trabalho de Djanira oferece uma combinação equilibrada entre a tendência à racionalização geométrica da arte moderna e a intenção de absorver a liberdade da arte popular.

Alugue