Eu vi o mundo... e ele começava no Recife


Disponível nos planos:

Fotografia: Jacques Cheuiche

Som Direto: Cristiano Maciel

Empresa(s) produtora(s): Saturna Produções

Produção Executiva: Marí­lia Alvim

Montagem: Marí­lia Alvim

Trilha Sonora: Cristiano Maciel

Entrevistados: Cí­cero Dias

O documentário Eu Vi o "Mundo... Ele Começava no Recife", reconstitui, através da memória do autor, o artista plástico Cícero Dias, as circunstâncias históricas e a motivação criadora que resultaram no quadro/painel, considerado, pela crítica especializada, o marco zero da moderna pintura brasileira. O filme descreve com detalhes os elementos temáticos do quadro/painel, que media originalmente 15 metros de comprimento por 1.94 m. de altura. Durante sua exposição, vândalos cortaram 3 metros do painel onde apareciam nus considerados escandalosos. Em longo depoimento, o artista que faleceu logo após a conclusão do filme, dá as informações que ajudam a compreender os elementos simbólicos expressos no painel e narra os episódios históricos que acompanharam a obra desde sua criação.

Envie o seu comentário

Faça login ou se cadastre para comentar a obra.

Carregar mais comentários

Envie o seu comentário

Após aprovação, seu comentário será publicado e enviado para o diretor do filme. | Normas para publicação

Etapa/Nível de Ensino:

Área de Ensino: Linguagens

Componente Curricular/Disciplina: Arte


Relatos de Professores (0)
Utilizou este filme em suas aulas? Relate sua experiência!
34 min
2003
Brasil
RJ
LIVRE

Diretor: Mário Carneiro

Sinopse: O documentário Eu Vi o "Mundo... Ele Começava no Recife", reconstitui, através da memória do autor, o artista plástico Cícero Dias, as circunstâncias históricas e a motivação criadora que resultaram no quadro/painel, considerado, pela crítica especializada, o marco zero da moderna pintura brasileira. O filme descreve com detalhes os elementos temáticos do quadro/painel, que media originalmente 15 metros de comprimento por 1.94 m. de altura. Durante sua exposição, vândalos cortaram 3 metros do painel onde apareciam nus considerados escandalosos. Em longo depoimento, o artista que faleceu logo após a conclusão do filme, dá as informações que ajudam a compreender os elementos simbólicos expressos no painel e narra os episódios históricos que acompanharam a obra desde sua criação.

Alugue