Festival Panorama

Disponível nos planos:

Produção: Olivia Buarque

Edição: João Coimbra, Tatiana Gouveia

Empresa(s) produtora(s): Giros Produção

Maquiagem: Mari Correa

Direção de produção: Cláudia Lima

Assistente de Câmera: Carlos Nascimento

Produção Executiva: Maria Carneiro da Cunha

Finalização: IlhaBraw

Videografismo: Valerycka Rizzo

Pesquisa: Beatriz Petrini

Direção de Fotografia: Eduardo Hunter Moura

Consultoria: Silvia Soter

Trilha Sonora: Rodrigo Lima

Entrevistados: Cristian Duarte, João Saldanha, Lia Rodrigues, Nayse Lopez, Paulo Caldas, Renato Cruz, Sonia Sobral, Tiago Guedes

Produção de Finalização: Rejane Rodrigues

Coordenação de Produção: Mariana Seivalos

Conteúdo: Lúcia Tupiassú

Argumento: Beatriz Petrini

O episódio remonta parte da história do festival de dança contemporânea mais importante do país hoje, o Festival Panorama. Desde o seu nascimento, graças à mobilização de um pequeno grupo de artistas do Rio de Janeiro, até as mais recentes edições, quando ganhou proporções internacionais, já são mais de duas décadas de existência, com inúmeras apresentações marcantes, diversos trabalhos nacionais e estrangeiros lançados. O Festival Panorama tem papel fundamental na construção da cena e da memória da dança não só no Rio de Janeiro, mas no Brasil. Por isso, narrar a história do festival é também uma forma de contar a história da dança contemporânea no país.

Envie o seu comentário

Faça login ou se cadastre para comentar a obra.

Carregar mais comentários

Envie o seu comentário

Após aprovação, seu comentário será publicado e enviado para o diretor do filme. | Normas para publicação

Etapa/Nível de Ensino: Ensino Médio

Área de Ensino: Linguagens

Componente Curricular/Disciplina: Arte


Relatos de Professores (0)
Utilizou este filme em suas aulas? Relate sua experiência!
52 min
2018
Brasil
16 ANOS

Séries: Ensaios Contemporâneos | 10 Episódios de 52 Minutos

Diretor: Eduardo Hunter Moura

Sinopse: O episódio remonta parte da história do festival de dança contemporânea mais importante do país hoje, o Festival Panorama. Desde o seu nascimento, graças à mobilização de um pequeno grupo de artistas do Rio de Janeiro, até as mais recentes edições, quando ganhou proporções internacionais, já são mais de duas décadas de existência, com inúmeras apresentações marcantes, diversos trabalhos nacionais e estrangeiros lançados. O Festival Panorama tem papel fundamental na construção da cena e da memória da dança não só no Rio de Janeiro, mas no Brasil. Por isso, narrar a história do festival é também uma forma de contar a história da dança contemporânea no país.

Alugue