Ismael Nery - Em busca da unidade primordial


Disponível no:

Produção: Danilo Pena, Nelson Breve, Olivea Andrea

Roteiro: Maria Gessy Sales

Edição: Adriana Miranda

Direção de Arte: Eduardo Santos

Empresa(s) produtora(s): FBL Criação e Produção

Câmera: Marcio Zavareze, Mary Gatis, Tota Paiva

Narração: Ronaldo Rosas

Direção de produção: Penha Ramos

Produção Executiva: Rozane Braga

Pesquisa: Fernanda Lopes Torres

Direção de Fotografia: Marcio Zavareze, Mary Gatis, Tota Paiva

Mixagem: Paulo Brandão

Eletricista: Arimatheia Fernandes

Direção Musical: Daniel Romano, Miguel Couto

Coordenação Geral: Nelson Breve

O surrealismo de Ismael Nery alcança outra dimensão ao ser apresentado em sintonia com uma trilha sonora envolvente e a narração de uma apaixonada troca de poemas dele com sua amada Adalgisa. Ele buscava expressar e explicar o Essencialismo, a corrente filosófica original que criou. Este episódio da série Artistas Plásticos Brasileiros mostra porque esse filósofo profundamente católico, que ficou conhecido como “Pintor Maldito”, foi um dos artistas mais singulares do modernismo brasileiro.
Envie o seu comentário
Faça login ou se cadastre para comentar a obra.
Carregar mais comentários
Envie o seu comentário
Após aprovação, seu comentário será publicado e enviado para o diretor do filme. | Normas para publicação

Etapa/Nível de Ensino: Ensino Médio

Área de Ensino: Linguagens

Componente Curricular/Disciplina: Arte


Relatos de Professores (0)
Utilizou este filme em suas aulas? Relate sua experiência!
52 min
2017
Brasil
RJ
LIVRE

Séries: Artistas Plásticos Brasileiros | 6 Episódios de 52 Minutos

Diretor: Adriana Miranda, Rozane Braga

Sinopse: O surrealismo de Ismael Nery alcança outra dimensão ao ser apresentado em sintonia com uma trilha sonora envolvente e a narração de uma apaixonada troca de poemas dele com sua amada Adalgisa. Ele buscava expressar e explicar o Essencialismo, a corrente filosófica original que criou. Este episódio da série Artistas Plásticos Brasileiros mostra porque esse filósofo profundamente católico, que ficou conhecido como “Pintor Maldito”, foi um dos artistas mais singulares do modernismo brasileiro.

Alugue