Marcelino Freire

Disponível nos planos:

Produção: Pepe Quintero

Roteiro: Rodolfo Magalhães

Empresa(s) produtora(s): Quarteto Filmes

Direção de produção: Rodrigo Moreira

Produção Executiva: Mário Felipe

Coordenação de Produção: Paula Paiva

Coordenação de Pós-Produção: Júlia Nogueira

Este episódio fala sobre a carreira e a obra de Marcelino Freire como contista: as primeiras experiências de escrita para teatro no Recife, a oficina literária do escritor Raimundo Carrero, os dois primeiros livros independentes "AcRústico" e "EraOdito", a trajetória do primeiro livro de contos, "Angu de Sangue" ao último romance "Nossos Ossos". Ao longo do episódio Marcelino Freire fala sobre o ofício da palavra, a infância itinerante no sertão de Pernambuco e Bahia até adolescência no Recife, onde descobre o teatro e a poesia de Manuel Bandeira, a ida para São Paulo para escrever, o processo da escrita desorganizado e sem disciplina, uma única frase como ponto de partida, a difícil relação com o editor, a influência dos grandes artistas e admiração por escritores jovens, o lugar do escritor como agente transformador e a leitura de trechos do filme "Rasif - Mar que Arrebenta".

Envie o seu comentário

Faça login ou se cadastre para comentar a obra.

Carregar mais comentários

Envie o seu comentário

Após aprovação, seu comentário será publicado e enviado para o diretor do filme. | Normas para publicação

Etapa/Nível de Ensino: Ensino Fundamental - Anos Finais, Ensino Médio

Área de Ensino: Linguagens

Componente Curricular/Disciplina: Língua Portuguesa


Relatos de Professores (0)
Utilizou este filme em suas aulas? Relate sua experiência!
26 min
2017
Brasil
MG
LIVRE

Séries: Ofício da Palavra | 7 Episódios de 26 Minutos

Diretor: Rodolfo Magalhães

Elenco: Marcelino Freire

Sinopse: Este episódio fala sobre a carreira e a obra de Marcelino Freire como contista: as primeiras experiências de escrita para teatro no Recife, a oficina literária do escritor Raimundo Carrero, os dois primeiros livros independentes "AcRústico" e "EraOdito", a trajetória do primeiro livro de contos, "Angu de Sangue" ao último romance "Nossos Ossos". Ao longo do episódio Marcelino Freire fala sobre o ofício da palavra, a infância itinerante no sertão de Pernambuco e Bahia até adolescência no Recife, onde descobre o teatro e a poesia de Manuel Bandeira, a ida para São Paulo para escrever, o processo da escrita desorganizado e sem disciplina, uma única frase como ponto de partida, a difícil relação com o editor, a influência dos grandes artistas e admiração por escritores jovens, o lugar do escritor como agente transformador e a leitura de trechos do filme "Rasif - Mar que Arrebenta".

Alugue