Olinda sem igual


Disponível no:

Este episódio do Latitude, Longitude tem sombrinha de frevo, lantejoulas, cerveja e muita conversa pra jogar fota. O programa pousa em Olinda e corre para as ladeiras do Sítio Histórico para ouvir os metais da tradicional Orquestra Henrique Dias. Também marca um encontro com Manoelzinho Salustiano, um dos filhos do falecido Mestre Salu, que mostra seu mais novo trabalho: Releituras de pinturas do suíço Paul Klee feitas com a técnica de bordado das golas do caboclo de lança do maracatu. E para entrar ainda mais na alma do olindense, o episódio bebe da boemia da cidade na famosa Bodega do Véio e conversa sobre vendas, arte e tudo o que cabe entre um copo de cerveja e outro.
Envie o seu comentário
Faça login ou se cadastre para comentar a obra.
Carregar mais comentários
Envie o seu comentário
Após aprovação, seu comentário será publicado e enviado para o diretor do filme. | Normas para publicação

Etapa/Nível de Ensino: Ensino Médio

Área de Ensino: Ciências Humanas

Componente Curricular/Disciplina: Sociologia


Relatos de Professores (0)
Utilizou este filme em suas aulas? Relate sua experiência!
26 min
2016
Brasil
RJ
LIVRE

Séries: Latitude, Longitude | 21 Episódios de 26 Minutos

Diretor: Belisário Franca

Sinopse: Este episódio do Latitude, Longitude tem sombrinha de frevo, lantejoulas, cerveja e muita conversa pra jogar fota. O programa pousa em Olinda e corre para as ladeiras do Sítio Histórico para ouvir os metais da tradicional Orquestra Henrique Dias. Também marca um encontro com Manoelzinho Salustiano, um dos filhos do falecido Mestre Salu, que mostra seu mais novo trabalho: Releituras de pinturas do suíço Paul Klee feitas com a técnica de bordado das golas do caboclo de lança do maracatu. E para entrar ainda mais na alma do olindense, o episódio bebe da boemia da cidade na famosa Bodega do Véio e conversa sobre vendas, arte e tudo o que cabe entre um copo de cerveja e outro.

Alugue