Santa Maria de Jetibá: Uma Ilha Pomerana no Brasil

Disponível nos planos:

Após mapear os mais singulares aspectos da colonização do Brasil, o Latitude, Longitude chega a Santa Maria de Jetibá, uma ilha pomerana localizada no Espírito Santo. Com o fim da Pomerânia e o desmembramento da região entre a Alemanha e a Polônia, esse pedacinho capixaba é um dos poucos do mundo que conservam os costumes e a língua dos imigrantes que por ali chegaram em meados de 1800. No episódio, o grupo de dança da terceira idade Fröelchtanz faz uma pequena apresentação típica. Há também uma entrevista com um descendente de pomeranos que se divide entre o trabalho no campo e o ofício de tocador de concertina, um instrumento tradicional bastante requisitado nas festividades locais, inclusive nos casamentos. E como não se pode falar em imigração de camponeses sem falar em comida, o Latitude, Longitude vai até a feira da cidade aprender um pouco sobre as tradições gastronômicas do município.

Envie o seu comentário

Faça login ou se cadastre para comentar a obra.

Carregar mais comentários

Envie o seu comentário

Após aprovação, seu comentário será publicado e enviado para o diretor do filme. | Normas para publicação

Etapa/Nível de Ensino: Ensino Médio

Área de Ensino: Ciências Humanas

Componente Curricular/Disciplina: Sociologia


Relatos de Professores (0)
Utilizou este filme em suas aulas? Relate sua experiência!
26 min
2016
Brasil
RJ
LIVRE

Séries: Latitude, Longitude | 21 Episódios de 26 Minutos

Diretor: Belisario Franca

Sinopse: Após mapear os mais singulares aspectos da colonização do Brasil, o Latitude, Longitude chega a Santa Maria de Jetibá, uma ilha pomerana localizada no Espírito Santo. Com o fim da Pomerânia e o desmembramento da região entre a Alemanha e a Polônia, esse pedacinho capixaba é um dos poucos do mundo que conservam os costumes e a língua dos imigrantes que por ali chegaram em meados de 1800. No episódio, o grupo de dança da terceira idade Fröelchtanz faz uma pequena apresentação típica. Há também uma entrevista com um descendente de pomeranos que se divide entre o trabalho no campo e o ofício de tocador de concertina, um instrumento tradicional bastante requisitado nas festividades locais, inclusive nos casamentos. E como não se pode falar em imigração de camponeses sem falar em comida, o Latitude, Longitude vai até a feira da cidade aprender um pouco sobre as tradições gastronômicas do município.

Alugue