Simonal - Ninguém sabe o duro que dei

Deixe seu voto



“Simonal – Ninguém sabe o duro que dei” traça a trajetória impressionante do ex-cabo de exército, que reinou soberano e acabou condenado ao ostracismo por um delito do qual jurava ser inocente. Por meio de depoimentos de amigos, inimigos e, principalmente, de imagens das exuberantes performances do grande artista, o filme mostra respostas que nunca apareceram. Simonal era informante da ditadura? Era favorável aos militantes? Ou seu maior crime foi ser negro, milionário e símbolo sexual num país e numa época racistas?

Som Direto: Paulo Ricardo Nunes

Empresa(s) produtora(s): Pontos de Fuga, TvZero

Produção Executiva: Manfredo Barreto, Rodrigo Letier; Carlos Paiva

Direção de Fotografia: Gustavo Hadba

Mixagem: Dení­lson Campos

Montagem: Karen Akerman, Pedro Duran

É Tudo Verdade - Festival Internacional de Documentários
Grande Prêmio do Cinema Brasileiro
Brazilian Film Festival of Toronto
Envie o seu comentário
Faça login ou se cadastre para comentar a obra.
Carregar mais comentários
Envie o seu comentário
Após aprovação, seu comentário será publicado e enviado para o diretor do filme. | Normas para publicação

Aplicabilidades Pedagógicas



Etapa/Nível de Ensino: Ensino Fundamental - Anos Finais, Ensino Médio

Área de Ensino: Linguagens

Componente Curricular/Disciplina: Arte


Relatos de Professores



Utilizou este filme em suas aulas?
Relate sua experiência!

Relatos de Professores (0)

Testes de Conhecimentos


Você é Educador?
Crie o primeiro teste de conhecimentos para este filme!
Criar Teste

84 min
2008
Brasil
RJ
AL

Diretor: Cláudio Manoel; Mical Langer; Calvito Leal

Elenco: Carlos MieleChico AnysioJaguarMax de CastroNelson MottaPeléSérigo CabralSimoninhaTony Tornado Ziraldo

Sinopse: “Simonal – Ninguém sabe o duro que dei” traça a trajetória impressionante do ex-cabo de exército, que reinou soberano e acabou condenado ao ostracismo por um delito do qual jurava ser inocente. Por meio de depoimentos de amigos, inimigos e, principalmente, de imagens das exuberantes performances do grande artista, o filme mostra respostas que nunca apareceram. Simonal era informante da ditadura? Era favorável aos militantes? Ou seu maior crime foi ser negro, milionário e símbolo sexual num país e numa época racistas?

Alugue