Tambor de Crioula e Coco Zambe

Disponível nos planos:

Empresa(s) produtora(s): Giros Produções

Envie o seu comentário

Faça login ou se cadastre para comentar a obra.

Carregar mais comentários

Envie o seu comentário

Após aprovação, seu comentário será publicado e enviado para o diretor do filme. | Normas para publicação

Etapa/Nível de Ensino: Ensino Fundamental - Anos Finais, Ensino Médio

Área de Ensino: Linguagens

Componente Curricular/Disciplina: Arte


Relatos de Professores (0)
Utilizou este filme em suas aulas? Relate sua experiência!
25 min
2005
Brasil
RJ
LIVRE

Séries: Danças Brasileiras | 11 Episódios de 25 Minutos

Diretor: Belisario Franca

Sinopse: Tambor de Crioula - A tradição do Tambor de Crioula vem dos descendentes africanos. É uma dança sensual, excitante, que apresenta variantes quanto ao ritmo e a forma de dançar, e que não tem um calendário fixo, embora seja praticada especialmente em louvor a São Benedito. É dançado apenas por mulheres, que fazem uma roda, em cujo centro evolui apenas uma delas. O momento alto da evolução é a "punga" ou umbigada. A punga é uma forma de convite para que outra dançarina assuma a evolução no centro da roda. Coco de Zambê - Uma roda, composta só por homens, se forma em torno dos instrumentos. Toda a dança é uma reverência ao instrumento, o zambê. Há um tirador e um coro de três pessoas para segurar as respostas. Mas, em geral, os dançarinos também cantam. São temas ligados ao ambiente - a mata, o mar, etc. É uma dança dionisíaca e contagiante. Conta também com uma herança ibérica, que incrementa batida afro - surgiu em antigas aldeias de Pescadores.

Alugue