Werner Herzog


Assista nos planos:

Produção: Junia Lemos

Roteiro: Vivian Brito

Som Direto: Patrick Santos

Empresa(s) produtora(s): Prosperidade

Produção Executiva: Luana Furquim, Pedro Longhi

Pesquisa: Ana Lucia de Mendonça

Direção de Fotografia: André Carioba, Antonio Brasiliano, Caio Nigro

Mixagem: Gilles Sonsino

Montagem: André Carioba, Ivan M. Franco

Trilha Sonora: Gilles Sonsino

Entrevistados: Werner Herzog

Correção de Cor: André Carioba

Curadoria: Fernando Schuler

Design Gráfico: Estúdio MOL

Cinegrafista: Antonio Brasiliano, Caio Nigro, Fernando Svartman

Logger: Fernando Svartman

Diretor Geral: André Carioba

Coordenação de Roteiro: André Meirelles Collazzo

Direção Executiva: Felipe Soutello

Werner Herzog é um dos principais nomes do movimento cinematográfico na Alemanha do pós-guerra. Com mais de 60 produções em seu currículo, o cineasta é responsável por obras aclamadas como Aguirre, Fitzcarraldo, Nosferatu e O homem-urso. Sua abordagem autêntica e, por vezes, polêmica tornou-o mundialmente conhecido: ele escreve, dirige e produz os próprios filmes, geralmente com baixo orçamento e em cenários ou condições inóspitos, impondo desafios extremos a` equipe. Em “Fronteiras do Pensamento”, Herzog resgata sua própria história, sua relação com o cinema e elabora reflexões profundas sobre o mundo contemporâneo e seus dilemas.

Envie o seu comentário

Faça login ou se cadastre para comentar a obra.

Carregar mais comentários

Envie o seu comentário

Após aprovação, seu comentário será publicado e enviado para o diretor do filme. | Normas para publicação

Relatos de Professores (0)
Utilizou este filme em suas aulas? Relate sua experiência!
26 min
2020
Brasil
SP
LIVRE

Séries: Fronteiras do Pensamento (2020) | 4 Episódios de 26 Minutos

Diretor: André Brandão, Ricardo Carioba

Sinopse: Werner Herzog é um dos principais nomes do movimento cinematográfico na Alemanha do pós-guerra. Com mais de 60 produções em seu currículo, o cineasta é responsável por obras aclamadas como Aguirre, Fitzcarraldo, Nosferatu e O homem-urso. Sua abordagem autêntica e, por vezes, polêmica tornou-o mundialmente conhecido: ele escreve, dirige e produz os próprios filmes, geralmente com baixo orçamento e em cenários ou condições inóspitos, impondo desafios extremos a` equipe. Em “Fronteiras do Pensamento”, Herzog resgata sua própria história, sua relação com o cinema e elabora reflexões profundas sobre o mundo contemporâneo e seus dilemas.

Alugue