Zé Celso


Disponível no:

Fotografia: Joaquim Castro, Julia Zakia

Roteiro: Joaquim Castro

Som Direto: Guilherme Leandro, Guilherme Shinji

Trilha Sonora Original: Casa Da Sogra Soluções Sonoras

Empresa(s) produtora(s): Logo Loma Filmes

Produção Executiva: Clara Ramos, Fernando Nogueira, Malu Viana Batista

Assistente de Produção: Caroline Trujillo

Pesquisa: Patricia Cornils

Mixagem: Casa Da Sogra Soluções Sonoras

Montagem: Joaquim Castro

Motorista: Zuilton J. Santana

Coordenação de Produção: Vanessa Paraguassú

Assistente de montagem: Guilherme Leandro

Desenho de Som: Joaquim Castro, Piqueiras Santangelo De Carango Sá

Design Gráfico: Rafael Terpins

Assistente de Finalização: Alí­pio Alves Da Silva Neto, Vanessa Deborah Hudepohl

Coordenação de Pós-Produção: Dimitre Lucho

Assessoria Jurídica: Heloí­sa Jinzenji

Produção de Base e Set: Thais Morresi

Sinônimo de inovação e amor à arte, templo da liberdade, o Teatro Oficina é a menina dos olhos de Zé Celso Martinez Corrêa, diretor artístico do lugar. Dentro e fora de cena, acompanhamos o dramaturgo, que fala sobre a “mentalidade zumbi” dominante no mundo e defende esse espaço de contestação e resistência à valorização do dinheiro e à especulação imobiliária.

Envie o seu comentário
Faça login ou se cadastre para comentar a obra.
Carregar mais comentários
Envie o seu comentário
Após aprovação, seu comentário será publicado e enviado para o diretor do filme. | Normas para publicação

Aplicabilidades Pedagógicas



Etapa/Nível de Ensino: Ensino Médio

Área de Ensino: Linguagens

Componente Curricular/Disciplina: Arte


Relatos de Professores



Utilizou este filme em suas aulas? Relate sua experiência!


Relatos de Professores (0)

Testes de Conhecimentos


Você é Educador? Crie o primeiro teste de conhecimentos para este filme! Criar Teste

26 min
2017
Brasil
SP
LIVRE

Séries: Expresso | 20 Episódios de 26 Minutos

Diretor: Hilton Lacerda, Joaquim Castro

Elenco: Carila Matzenbacher, Cida Melo, Igor Marotti Dumont, Joana Medeiros, Luana C. Da Silva, Marcelo Drummond, Otto Barros, Renato Borghi, Roderick Himeros, Rodrigo Andreolli, Sylvia Prado, Zé Celso

Sinopse: Sinônimo de inovação e amor à arte, templo da liberdade, o Teatro Oficina é a menina dos olhos de Zé Celso Martinez Corrêa, diretor artístico do lugar. Dentro e fora de cena, acompanhamos o dramaturgo, que fala sobre a “mentalidade zumbi” dominante no mundo e defende esse espaço de contestação e resistência à valorização do dinheiro e à especulação imobiliária.

Alugue