Pessoas - Contar para Viver


Disponível no:

E se existisse um museu que ao invés de abrigar objetos materiais pudesse abrigar histórias de vida de pessoas, qualquer pessoa, muitas pessoas? Pois ele existe. Cinco documentaristas são convidados a adentrar o acervo do Museu da Pessoa composto por mais de 18 mil histórias de vida e a propor releituras e recortes autorais. Os cinco documentaristas - Marcelo Machado, Marco Del Fiol, Pedro Cezar, Tatiana Tofolli e Viviane Ferreira - e a fundadora do Museu, Karen Worcman, contam suas próprias histórias de vida ao longo do documentário. O filme e´ uma viagem afetiva pela vida de brasileiros e brasileiras como a história de Sinair, garimpeiro desde os 11 anos, Amir Klink, atleta que cruzou o Atlântico numa canoa, Tula Pilar, empregada doméstica que se tornou poeta, Kaka´ Wera´, que se descobriu indígena quando entrou na escola e tantas outras. Um passeio pelos conflitos da história brasileira recente a partir das memórias dos seus habitantes. Viver para contar e contar para viver.

Envie o seu comentário
Faça login ou se cadastre para comentar a obra.
Carregar mais comentários
Envie o seu comentário
Após aprovação, seu comentário será publicado e enviado para o diretor do filme. | Normas para publicação

Relatos de Professores



Utilizou este filme em suas aulas? Relate sua experiência!


Relatos de Professores (0)

Testes de Conhecimentos


Você é Educador? Crie o primeiro teste de conhecimentos para este filme! Criar Teste

90 min
2020
Brasil
SP
10 ANOS

Diretor: Marcelo MachadoMarco Del FiolPedro CezerTatiana ToffoliViviane Ferreira

Sinopse: E se existisse um museu que ao invés de abrigar objetos materiais pudesse abrigar histórias de vida de pessoas, qualquer pessoa, muitas pessoas? Pois ele existe. Cinco documentaristas são convidados a adentrar o acervo do Museu da Pessoa composto por mais de 18 mil histórias de vida e a propor releituras e recortes autorais. Os cinco documentaristas - Marcelo Machado, Marco Del Fiol, Pedro Cezar, Tatiana Tofolli e Viviane Ferreira - e a fundadora do Museu, Karen Worcman, contam suas próprias histórias de vida ao longo do documentário. O filme e´ uma viagem afetiva pela vida de brasileiros e brasileiras como a história de Sinair, garimpeiro desde os 11 anos, Amir Klink, atleta que cruzou o Atlântico numa canoa, Tula Pilar, empregada doméstica que se tornou poeta, Kaka´ Wera´, que se descobriu indígena quando entrou na escola e tantas outras. Um passeio pelos conflitos da história brasileira recente a partir das memórias dos seus habitantes. Viver para contar e contar para viver.

Alugue