Sem Fé, Sem Lei, Sem Rei


Produção: Fabricio Mota, Heitor Franulovic, Vanessa Santos

Fotografia: Murilo Salles

Roteiro: Itauana Coquet, Murilo Salles, Pedro Duarte

Som Direto: Fabricio Mota

Direção de Arte: Bruno Yoguy

Empresa(s) produtora(s): Cinema Brasil Digital

Edição de som: Rodrigo Sasic

Maquiagem: Gabriela Schembeck, Ju Mello

Assistente de Direção: Fabricio Mota

Assistente de Produção: Gustavo Monlevad

Assistente de Fotografia: Paulo Macedo

Mixagem: Rodrigo Sasic

Consultoria: Carla Rodrigues

Montagem: Itauana Coquet

Eletricista: Evandro Tranquilinho

Trilha Sonora: Sacha Amback, Victor Biglione

Curadoria: Pedro Duarte

Logger: Viní­cius Assis

Colorista: Glauco Guigon

O processo de colonização do Brasil deixou aos índios que habitavam o território as alternativas de morrer fisicamente ou simbolicamente. Mas, por outro lado, permitiu o intercurso entre suas culturas e a europeia. Essa aculturação é notável nas representações que, desde Pero Vaz de Caminha até o Romantismo e o Modernismo, foram feitas dos índios e moldaram a nossa imaginação sobre eles.
Envie o seu comentário
Faça login ou se cadastre para comentar a obra.
Carregar mais comentários
Envie o seu comentário
Após aprovação, seu comentário será publicado e enviado para o diretor do filme. | Normas para publicação

Aplicabilidades Pedagógicas



Etapa/Nível de Ensino: Ensino Médio

Área de Ensino: Ciências Humanas, Linguagens

Componente Curricular/Disciplina: Arte, Filosofia, Geografia, História, Língua Portuguesa, Sociologia


Planos de Aula (1)

Relatos de Professores



Utilizou este filme em suas aulas? Relate sua experiência!

Relatos de Professores (0)

Testes de Conhecimentos


Sem fé, sem lei, sem rei - Questionário

Crie o seu próprio Teste! Criar Teste

26 min
2018
Brasil
LIVRE

Séries: Alegorias do Brasil | 13 Episódios de 26 Minutos

Diretor: Murilo Salles

Elenco: Antônio RisérioBeatriz JaguaribeCarlos FaustoDaiara TukanoDanilo MarcondesEduardo JardimGuilherme WisnikGuillermo GuicciKaká WeráLaura de Mello e SouzaLuiz Antônio SimasMaria Augusta FonsecaRonaldo VainfasYnaê Lopes dos Santos

Sinopse: O processo de colonização do Brasil deixou aos índios que habitavam o território as alternativas de morrer fisicamente ou simbolicamente. Mas, por outro lado, permitiu o intercurso entre suas culturas e a europeia. Essa aculturação é notável nas representações que, desde Pero Vaz de Caminha até o Romantismo e o Modernismo, foram feitas dos índios e moldaram a nossa imaginação sobre eles.

Alugue