Titãs - A Vida até Parece uma Festa


Disponível no:

Empresa(s) produtora(s): Ciclope Empreendimentos Artísticos

Desde que começou a tocar em sua banda, o músico Branco Mello fez questão de registrar os melhores momentos em vídeo. Após 26 anos de filmagens, ele reuniu tudo no filme Titãs - A Vida Até Parece uma Festa. No documentário, bastidores de um dos maiores grupos do rock nacional, formado no auge da carreira por Arnaldo Antunes, Charles Gavin, Marcelo Fromer, Nando Reis, Paulo Miklos, Sérgio Britto e Tony Belotto, além de Branco, mas que também teve os músicos André Jung e Ciro Pessoa. O filme mostra entrevistas com os integrantes no momento em que as coisas iam acontecendo para a banda, com a vantagem de terem sido registrados por um dos músicos, o que permitiu mais liberdade para que eles falassem. Dentre os assuntos tratados, estão alguns polêmicos, como a prisão de Tony Belotto e Arnaldo Antunes por porte de drogas, e a morte prematura de Marcelo Fromer. Dirigido por Branco Mello e Oscar Rodrigues Alves, o documentário levou mais de seis anos para ser finalizado, já que era editado apenas nos momentos de folga dos dois. No total, foram mais de duzentas horas de material gravado, que foram transformadas em uma hora e meia de filme. Oscar e Branco se conheceram em 2002, quando o cineasta dirigiu o clipe de Epitáfio a convite de Tony Belotto. Como aprovou o trabalho de Oscar, o músico achou que ele era a melhor pessoa para ajudá-lo a editar as imagens que tinha feito.
Envie o seu comentário
Faça login ou se cadastre para comentar a obra.
Carregar mais comentários
Envie o seu comentário
Após aprovação, seu comentário será publicado e enviado para o diretor do filme. | Normas para publicação

Relatos de Professores



Utilizou este filme em suas aulas? Relate sua experiência!


Relatos de Professores (0)

Testes de Conhecimentos


Você é Educador? Crie o primeiro teste de conhecimentos para este filme! Criar Teste

100 min
2008
Brasil
SP
12 ANOS

Diretor: Branco Mello, Oscar Rodrigues Alves

Sinopse: Desde que começou a tocar em sua banda, o músico Branco Mello fez questão de registrar os melhores momentos em vídeo. Após 26 anos de filmagens, ele reuniu tudo no filme Titãs - A Vida Até Parece uma Festa. No documentário, bastidores de um dos maiores grupos do rock nacional, formado no auge da carreira por Arnaldo Antunes, Charles Gavin, Marcelo Fromer, Nando Reis, Paulo Miklos, Sérgio Britto e Tony Belotto, além de Branco, mas que também teve os músicos André Jung e Ciro Pessoa. O filme mostra entrevistas com os integrantes no momento em que as coisas iam acontecendo para a banda, com a vantagem de terem sido registrados por um dos músicos, o que permitiu mais liberdade para que eles falassem. Dentre os assuntos tratados, estão alguns polêmicos, como a prisão de Tony Belotto e Arnaldo Antunes por porte de drogas, e a morte prematura de Marcelo Fromer. Dirigido por Branco Mello e Oscar Rodrigues Alves, o documentário levou mais de seis anos para ser finalizado, já que era editado apenas nos momentos de folga dos dois. No total, foram mais de duzentas horas de material gravado, que foram transformadas em uma hora e meia de filme. Oscar e Branco se conheceram em 2002, quando o cineasta dirigiu o clipe de Epitáfio a convite de Tony Belotto. Como aprovou o trabalho de Oscar, o músico achou que ele era a melhor pessoa para ajudá-lo a editar as imagens que tinha feito.

Alugue